Arquivo

Archive for fevereiro \28\UTC 2012

Criação de Personagens Orientada à Perguntas – Parte 2

Antes de começarmos a, de fato, entrar no processo de perguntas e respostas que é um dos pilares da construção de personagens apontada por Holly Lisle, é importante ter em mente dois aspectos presentes nos seres humanos que colaboram para torná-los complexos e únicos e que, portanto, deveriam ser observados com certa atenção ao delinear o temperamento e o histórico de um personagem. Este post falará principalmente de personalidade, problemas e comportamento.

Leia mais…

O seu Universo e além

fevereiro 21, 2012 Deixe um comentário

Este blog é orientado para temas relacionados à escrita de ficção fantástica e científica, como já foi deixado bem claro em posts anteriores. O motivo é bem simples: porque a gente curte pra caramba literatura de ficção fantástica e científica. Não deve ser surpresa para ninguém que a maior parte dos livros na minha estante, as revistas que assino e os filmes que assisto seguem essa estética. Mas tanto do ponto de vista de escritor amador como do ponto de vista de um acadêmico da área de Letras, quero deixar bem claro um ponto: não existe erro maior para um escritor do que ler apenas o que escreve.

Leia mais…

Criação de Personagens Orientada à Perguntas – Introdução

fevereiro 16, 2012 1 comentário

Visto que o blog tem como objetivo trazer material que seja de utilidade para escritores que por ventura venham a visitá-lo, me deparei com a tarefa de pensar em que tipo de tema poderia ser abordado. No início pensei em falar algo relativo à fantasia, que é a temática que geralmente escrevo, ou então até mesmo algo sobre ficção-científica, sobre o sub-gênero cyberpunk, o qual vim a exercitar nos últimos meses. Mas então cheguei à conclusão de que muito pouco havia sido falado sobre Holly Lisle, escritora inglesa que de certa forma foi a “inspiração” para a formação do grupo. Aliando isso à vontade de escrever algo que fosse de utilidade para escritores de todos os tipos, logo cheguei à conclusão de que iria escrever sobre personagens. Leia mais…

Um eremita e seu aprendiz treinando telecinese e esgrima com uma espada a laser dentro de uma nave interplanetária

fevereiro 14, 2012 4 comentários

Pediram-me para escrever alguma coisa para o blog da Taverna do Trapeixe. Na hora minha mente rejeitou a idéia apesar de eu ter dito para o Renan que o faria – sim, eu pretendia te enrolar cara, foi mal. Esses dias vi um post do Renan em um grupo do facebook do qual ambos fazemos parte e vi ele divulgando o blog do Trapeixe e na hora o assunto acerca do post que eu deveria escrever me veio à mente. “Afinal”, pensei eu “por que não”? Mas aí esbarrei no problema da temática. Sobre o que eu escreveria? Me parecia que nenhum tema seria bom o suficiente ou que todos os bons temas já estariam saturados de informação. Opa, achei meu tema: originalidade.

Leia mais…

Mas, afinal… Trapeixe?

fevereiro 12, 2012 2 comentários

Trapeixe não se trata de nenhuma espécie de criatura mítica, horror espacial ou besta mágica. Por trás do nome curioso, existe uma figura simples e de fácil compreensão. Afinal, não se trata de um trapeixe, mas de O Trapeixe. Leia mais…

Categorias:A Taverna Tags:,

Sobre Antologias – Por que participar?

fevereiro 7, 2012 2 comentários

Ainda que hoje em dia a publicação de um romance, para um escritor amador, seja sensivelmente mais acessível do que, digamos, há algumas décadas atrás, a tarefa continua deveras árdua; uma jornada quase que épica lutando bravamente por um espaço no mundo editorial e literário, sempre tentando vencer o monstro do preconceito que surge por parte das grandes editoras e dos próprios leitores brasileiros – que por vezes parecem considerar que histórias fantásticas escritas por gente de sua própria terra simplesmente não têm como exibir qualidade. Felizmente, em meio à tantas dificuldades enfrentadas por aqueles que tentam seguir o caminho da escrita, se popularizou nos últimos anos – provavelmente devido às facilidades trazidas pela internet e a crescente quantidade daqueles que se aventuram na escrita – um fenômeno que em muito pode ajudar um escritor que ainda não conseguiu o seu renome: as antologias. Leia mais…

Prólogo da Taverna ou “Começando um grupo de escrita”

fevereiro 1, 2012 Deixe um comentário

Inicialmente, não era nada além de uma ideia. Eram apenas pessoas que gostavam de escrever, publicavam vez ou outra um trabalho seu na internet ou em antologias – quando encontravam alguma cujo tema lhes era interessante. Costumavam discutir sobre Tolkien e Adams, comparar autores, opinar nas histórias uns dos outros, muitas vezes de maneira superficial. Até que, um dia, em algum tropeço virtual, buscando algo que os deixasse mais próximos de seus ídolos, suas fadas e dragões, encontraram um artigo de uma escritora chamada Holly Lisle. Holly Lisle, escritora veterana de fantasia, publicou uma série de livros sobre aprimoramento de diferentes aspectos da escrita, e sua obra será futuramente explorada em tópicos por vir. Contudo, foi o artigo que chamou a atenção naquele momento. Leia mais…

Categorias:A Taverna