Archive

Arquivo por Autor

Criação de Personagens Orientada a Perguntas – parte 6 – Passado

Em primeiro lugar, gostaria de me desculpar pela demora de continuar com essa série de posts. Alguns meses atrás eu comecei a escrever meu primeiro romance (ou, pelo menos, o primeiro que prometi a mim mesmo terminar) e fiquei bastante concentrado nessa tarefa, além de ter feito um blog pessoal para falar deste meu projeto.

Em segundo, no ultimo post dessa série, comentei que iria falar agora de presente, passado e futuro. No entanto, decidi separar em três postagens diferentes. Se por um lado isso fará com que a conclusão demore mais para chegar, por outro permitirá eu apresentar melhor os exemplos que eu vinha fazendo, além de deixar o texto um pouco mais enxuto e mais específico.

Bom, vamos ao terceiro fluxograma então.

 

As etapas anteriores da construção do personagem tratam principalmente sobre quem ele é agora, sendo esse o primeiro fluxograma a se voltar para o que já passou. Talvez a primeira idéia de um fluxograma sobre o passado, seja de que será pensado sobre quem ele era na infância, na adolescência ou em qualquer período que anteceda o presente da narrativa. Isso é algo muito interessante, se não importante, de se pensar. No entanto, o fluxograma apresentado por Lisle tem outra função.

Leia mais…

Criação de Personagens Orientada a Perguntas – parte 5 – trabalho e hobby

março 30, 2012 1 comentário

Tendo criado a necessidade imperiosa do personagem e respondido perguntas que a rodeiam, já é possivel ter uma ideia de como o personagem se comporta, do que ele precisa e, em geral, que tipo de pessoa ele é. Mas ainda assim existe muito o que ser delineado, pois a maior necessidade de uma pessoa, embora mostre como ela se comporta e o que ela busca com maior afinco, do que sua alma precisa, não diz como funciona sua vida, o que ela já tem e, em geral, aquilo que viveu.

Esta etapa da criação começa a tratar sobre tais caracteristicas. Observando tanto o trabalho quanto o hobby de um personagem faz com que as poucos se vá descobrindo a vida corriqueira do personagem, as  habilidades que ele possui, seus conhecimentos em geral e aquilo que gosta de fazer por lazer.

Leia mais…

Criação de Personagens Orientada à Perguntas – parte 4 – Necessidade, busca e fuga

março 15, 2012 1 comentário

Partindo dos pré-supostos lançados no ultimo post, chegamos à premissa de todo, ou pelo menos a suprema esmagadora maioria, dos personagens, assim como os seres humanos, sempre precisam de alguma coisa. Este post traz um fluxograma, o primeiro fluxograma exposto por Lisle, que tem como objetivo ajudar na criação e determinação de qual a necessidade do personagem.

Nesta etapa, que seria o inicio da criação propriamente dita, o escritor deve determinar qual será a “necessidade imperiosa” do personagem. Esta necessidade imperiosa seria aquilo que o personagem precisa de mais urgente, ou de forma mais desesperada. Algo que serve de guia para suas ações e seus anseios, que toma seus pensamentos e conduz a sua vida. É a necessidade a qual ele irá despreender os maiores esforços e recursos. Leia mais…

Categorias:Uncategorized

Criação de Personagens Orientada à Perguntas – Parte 3 – A Pirâmide de Maslow

Todo personagem, toda pessoa, possui necessidades e anseios. Em parte isso é os faz seguir em frente, continuar com suas vidas e fornecem uma espécie de guia que incitará suas buscas e moldarão seu futuro. Talvez a caracteristica mais inerente aos seres humanos seja a ambição, pois este sentimento nunca se desfaz, sempre se mostra presente nos pensamentos e nos sonhos. A ambição faz com que se queira melhor a situação atual, que se precise descobrir uma nova forma de se realizar as coisas, seja por um motivo de vida ou morte ou por simples prazer em desvendar o mundo. A ambição também leva a vontade da escrever a um pretenso escritor, seja qual for os motivos por trás disso, uma necessidade de se exprimir, a vontade de ser conhecido ou o prazer de contar histórias.Assim como os seres humanos, os personagens tem seus planos, objetivos ou vontades que se esforçam em negar.

Leia mais…

Criação de Personagens Orientada à Perguntas – Parte 2

Antes de começarmos a, de fato, entrar no processo de perguntas e respostas que é um dos pilares da construção de personagens apontada por Holly Lisle, é importante ter em mente dois aspectos presentes nos seres humanos que colaboram para torná-los complexos e únicos e que, portanto, deveriam ser observados com certa atenção ao delinear o temperamento e o histórico de um personagem. Este post falará principalmente de personalidade, problemas e comportamento.

Leia mais…

Criação de Personagens Orientada à Perguntas – Introdução

fevereiro 16, 2012 1 comentário

Visto que o blog tem como objetivo trazer material que seja de utilidade para escritores que por ventura venham a visitá-lo, me deparei com a tarefa de pensar em que tipo de tema poderia ser abordado. No início pensei em falar algo relativo à fantasia, que é a temática que geralmente escrevo, ou então até mesmo algo sobre ficção-científica, sobre o sub-gênero cyberpunk, o qual vim a exercitar nos últimos meses. Mas então cheguei à conclusão de que muito pouco havia sido falado sobre Holly Lisle, escritora inglesa que de certa forma foi a “inspiração” para a formação do grupo. Aliando isso à vontade de escrever algo que fosse de utilidade para escritores de todos os tipos, logo cheguei à conclusão de que iria escrever sobre personagens. Leia mais…

Mas, afinal… Trapeixe?

fevereiro 12, 2012 2 comentários

Trapeixe não se trata de nenhuma espécie de criatura mítica, horror espacial ou besta mágica. Por trás do nome curioso, existe uma figura simples e de fácil compreensão. Afinal, não se trata de um trapeixe, mas de O Trapeixe. Leia mais…

Categorias:A Taverna Tags:,